fbpx

COVID, ECOLOGIA E ECONOMIA, O QUE ESTÁ ACONTECENDO?

Atualidades, PABX

Já faz tempo que o planeta vem sofrendo as consequências da rápida evolução tecnológica com pouco ou nenhum planejamento ambiental. Vemos crescer abruptamente os níveis de poluição, o desmatamento, a extinção de espécies animais e vegetais e diversos outros males que se acentuam. Em função da liberação excessiva de CO2 os oceanos tiveram o ph de suas águas alterado, causando desequilíbrio na fauna e flora, os níveis do aquecimento global são crescentes e, consequentemente, cresce também o buraco na camada de ozônio, dentre outras situações que nos mostram que existe uma reação em cadeia que pode culminar  na degradação da Terra.

É passado o tempo de mudar a forma de agir, mais do que isso, mudar o pensamento e as estratégias para a preservação.

Mas sempre há esperança! É notório que o cenário é ruim, mas a consciência está sendo construída, a ciência está trabalhando a todo vapor para criar soluções, as crianças estão aprendendo sobre a importância da sustentabilidade, da preservação do meio ambiente, da necessidade de perceber que somos uma pequena célula nesse fantástico organismo que é o planeta. Não são passos largos, mas seguimos em frente.

Além dos problemas preexistentes, estamos vivenciando um momento bastante delicado na história da humanidade, o momento que o mundo parou por causa da Covid-19, infeliz enfermidade que foi subestimada no princípio e já infectou mais de 3 milhões de pessoas,  causando mais de 260 mil mortes desde o início de 2020 e segue, lamentavelmente, assolando a população, ainda não vencemos essa batalha e ninguém sabe quanto tempo ela vai durar. Não é de agora que novas doenças surgem devido ao nosso modo de viver, devido à maneira como buscamos atingir nossos objetivos não levando em consideração os meios, causando um colapso. Estamos todos desolados, perdidos, aguardando em nossas casas com a única certeza de que tudo irá mudar, melhor dizendo, já está mudando.

Tentemos tirar as lições desse momento, por que chegamos a esse ponto? Já se deram conta que o mundo parou? Todos os governos mundiais agindo em concordância, já viram isso ocorrer em qualquer outro momento da história? Pois é… Não.

Olhando o lado positivo, (sim, porque sempre existe um lado positivo) essa pandemia veio acelerar as mudanças que vinham ocorrendo lentamente no sentido de salvar o planeta e as futuras gerações que dependem das nossas ações, agora, para poderem viver no futuro uma relação simbiótica saudável com o meio ambiente.

Em função do isolamento social, fomos obrigados a trabalhar de nossas casas, é claro que muitos ainda precisam estar nas ruas, existem profissões que não comportam o home office, entretanto muitas outras permitem. As empresas estão se remodelando para aprender a lidar com a nova demanda, visto que, como dito acima, ninguém sabe quanto tempo precisaremos estar isolados uns dos outros para o bem comum. O foco agora é esse, o bem comum.

Fomos obrigados a mudar de forma rápida, e essa mudança já vem mostrando benefícios ao meio ambiente. A baixa atividade humana nos últimos meses gerou uma série de impactos positivos, como por exemplo: o Himalaia está visível a 200 km de distância pela 1ª vez em 30 anos, os canais de Veneza estão cristalinos e com vida marinha ativa, o que não ocorrida há 60 anos, a pandemia está diminuindo temporariamente os níveis de poluição do ar ao redor do mundo. Precisamos fazer com que as mudanças positivas sejam permanentes.

Empresários precisam começar a tomar medidas definitivas para a continuidade do progresso, isso pode começar das etapas mais básicas e essenciais a uma corporação, como por exemplo: fazer escalas de home office, praticar e incentivar a reciclagem e reutilização, extinguir as reuniões presenciais, otimizar processos de maneira a reduzir custos, economizar energia, reutilizar água, otimizar recursos para agir de maneira mais sustentável, dentre outras ações.

Já pensou como uma simples escala de home office pode ajudar com custos e a minimizar a quantidade de pessoas em atividade ao mesmo tempo, diminuindo progressivamente o volume de veículos nas ruas e emissão de poluentes?

Fora a questão da sustentabilidade, que é essencial, o bem estar dos colaboradores precisa ser considerado. As horas perdidas nos engarrafamentos e o tempo que deixam de ter para si, geram um grande estresse acumulado no dia-a-dia afetando diretamente sua produtividade.

A modernização do parque tecnológico é um passo importante. Ao contrário do que se pensa, essa modernização reduz imensamente os gastos com telefonia, por exemplo, e oferece padronização, otimização e segurança nos processos. Exemplificando melhor, ao adotar um Pabx em nuvem uma empresa passa a ter total controle de todas as chamadas realizadas pela empresa a um click, tem a segurança do sigilo das informações registradas, os funcionários que estiverem trabalhando das suas casas farão e receberão ligações como se estivessem na sede, inclusive podem ligar e atender de seus ramais, todo esse processo ainda tendo em vista significativas reduções no valor das faturas.

Não seria ótimo?! Pois é!

As mudanças podem ser positivas, hoje, durante a pandemia, amanhã, na construção de um novo mundo. As novas tecnologias vieram para ajudar.

Começar adotando formas de otimizar o home office já fará uma grande diferença. Pense nisso!

Cabe a cada um de nós darmos o primeiro passo, sem esperar que o outro faça; crianças, adultos, estudantes, funcionários, empresários, indústrias. Todos temos que agir, o futuro está nas nossas mãos.

Por
Delaini Pereira
Dpto de Marketing

Compartilhe nas redes sociais
Menu
Fale com a gente
Como podemos te ajudar?
Olá,
Como podemos te ajudar?